DESTAQUE

Como Morar Fora do Brasil e Economizar na Decoração do Futuro Apê

06/02/2018

 

 

Não são poucos os brasileiros decidindo morar fora. Os motivos são vários, desde econômicos, políticos, mas também oportunidades de carreira e desafios pessoais diversos. Os destinos são variados, com destaque para os Estados Unidos e países como Portugal. Famílias inteiras estão indo morar fora, com propostas de vida completamente diferentes, mas ao contrário dos imigrantes brasileiros de décadas atrás, vão com reservas e capital. 

 

Contudo, morar fora é sempre um desafio. Temos de economizar, ser mais conscienciosos e priorizar a consolidação do plano e o conforto da família, antes de apelar para luxos. E um dos desafios é exatamente em como morar fora e economizar na decoração do futuro apê

 

 

Como economizar em decoração no exterior

 

O brasileiro médio ainda tem uma ideia romântica de alguns países do antigo “primeiro mundo”. Mesmo assim, a verdade é que as opções em termos de decoração e itens para casa tende a ser muito maior na Europa e EUA.

 

Economizar em decoração, com produtos de qualidade e design arrojado e atual, não é tão difícil como parece. Isso é uma verdade ainda maior nesses países, repletos de lojas e showrooms de marcas como IKEA, Etna, Homedepot, Wayfair e tantas outras.

 

Claro que há móveis e itens para o lar a preços estratosféricos, como há no Brasil – mas o design e a qualidade, acredite, é mais fácil de encontrar a bons preços nesses países.

Morar fora – priorizando ambientes.

 

A primeira coisa a ter em mente quando decidimos morar fora, em termos de decoração, é que até que o plano se consolide, as coisas podem não ser definitivas. Nesse aspecto, é sempre melhor priorizar ambientes que possam ser transpostos ou aproveitados em outros imóveis, se for necessária uma mudança. Há também outros pontos que merecem atenção:

  • Criar projetos com base em uma única loja ou poucas delas pode permitir o acesso a descontos e facilidades na compra dos itens

  • Eletrodomésticos e itens mais funcionais devem ser priorizados na decoração, pois podem ser movidos e adaptados a outros ambientes com facilidades

  • Embora no Brasil isso quase inexista, muitos imóveis no exterior vêm equipados com armários, closets, cozinhas inteiras e pisos com acabamento pronto – aproveitar isso é economizar em decoração

 

==> Super dica da Arquilego é decorar e alugar o seu atual apartamento por temporada e usar essa receita para decorar seu apê no exterior. Veja como aqui.

 

 

Morar fora – criando calendários

 

Sim, é possível sair do Brasil já com um projeto de decoração na mala. Afinal, muitos dos brasileiros que estão indo morar fora adquirem propriedades antes mesmo de sair do país.

 

Entretanto, não há porque ter pressa: sempre é possível criar calendários para compra dos itens e montagem dos ambientes. Pode-se começar pelo essencial e, depois disso, priorizar itens classificando-os conforme o valor ou de acordo com o ambiente.

 

Morar fora – pesquisa de preços

 

Tenha em mente o seguinte: mesmo depois de morar décadas no Brasil, é impossível conseguir boas ofertas sem fazer pesquisa. Para economizar em decoração no exterior, essa pesquisa terá de ser ainda mais árdua.

 

Gaste tempo, talvez os meses iniciais, tentando compreender como o mercado no seu país de destino funciona:

  • Que lojas e redes são caras ou baratas

  • Como é a lógica dos descontos

  • Que tipo de materiais são mais ou menos valorizados ou têm maior custo

  • Como funcionam as condições de pagamento

  • Quanto do seu orçamento mensal poderá, de fato, ser gasto com a casa

Morar fora – levar itens do Brasil

 

Sim, é possível levar muita coisa. Contudo, é preciso avaliar algumas possibilidades antes de optar por esse tipo de medida. Para levar móveis ou eletrodomésticos para o exterior, ou mesmo peças maiores, a única opção é o transporte marítimo.

Isso envolve o aluguel de um ou mais contêineres, para alojar os itens na viagem, e envolve custos diversos. O tempo pode também ser outro problema – não espere receber nada antes de 30 dias!

 

Quanto custa? Isso irá depender do volume de material a transportar e dos preços do contêiner, mas dificilmente se consegue enviar uma mudança para os Estados Unidos ou Europa por menos de R$ 10 mil ou R$ 12 mil.

 

A chegada da mudança também é complicada – taxas portuárias podem ser cobradas sem sobreaviso e despesas de transporte local variam de país a país. Mesmo assim, para quem não quer perder seus móveis e objetos de decoração e pode bancar o investimento inicial do transporte, a opção de mudança por navio pode até mesmo reduzir os custos de montagem da casa quando chegar lá.

 

Vamos pensar juntos

 

A Arquilego pode ajudar você a chegar numa resposta melhor e mais vantajosa para sua mudança para um novo país. Além de ajudá-lo a economizar em decoração, já atendemos muitos casos de brasileiros indo morar fora e temos uma visão ampla de como funciona o mercado de home decor em vários países e regiões do mundo.

 

Fale com a gente e vamos tornar não apenas seu sonho de morar fora uma realidade – mas uma realidade mais bonita e confortável!

 

 

Please reload

Como Fazer Uma Lista de Decoraçāo Perfeita Para Sua Casa

16.01.2019

1/10
Please reload

RECENTES
Please reload

TAGS
Please reload